Geral

A criança deve ser informada de que é adotada?

A criança deve ser informada de que é adotada?

Um dos problemas enfrentados por uma família que adota uma criança como adotiva é dizer à criança se deve ou não adotar. Especialista em psiquiatra Assoc. Dr. Bengi Semerci diz que a família deve avisar a criança antes que ela atinja o ensino fundamental. A criança deve ter pelo menos uma orelha cheia sobre esse assunto, Assoc. Dr. Semerci faz uma sugestão aos pais:

“Por exemplo, os pais às vezes contam aos filhos sobre a infância. Gravidez, parto, primeiro encontro após o nascimento. Pais adotivos podem descrever essas memórias de uma maneira um pouco diferente. Memórias diferentes podem ser contadas, como quando aceitamos você como nosso filho ou quando decidimos ser seus pais. Quando a criança chega à escola primária, pode entender como é um bebê e como ele veio ao mundo. Em seguida, pode ser explicado que alguns pais podem não ter filhos, e algumas mães podem não carregar seus bebês na barriga. Queríamos ter filhos, mas não podíamos, mas escolhemos você entre muitos bebês e decidimos ser seus pais. A criança tem o direito de não saber.

O vínculo de confiança entre os pais e a criança é muito importante. Quando a criança aprende isso de alguma maneira, o sentimento de confiança é abalado. Em algumas famílias, quando adotam um bebê, Semerci disse que vestiam roupas de maternidade e faziam vídeos com roteiros como se estivessem dando à luz. Isso é extremamente inconveniente. Se a criança aprende essa situação, especialmente durante a adolescência, esse é o período em que a criança está confiante no mundo e estabelece uma identidade. Então o garoto está realmente sem família. Primeiro, a família que o abandonou e a verdadeira família do malão que mentia para ele há anos. A criança não pode escolher entre os dois. A criança deve ser informada de que é adotada. (Obtido do programa chamado Depths, publicado em brt.)