Desenvolvimento do bebê

Preocupações com gravidez múltipla!

Preocupações com gravidez múltipla!

Nos últimos 15 anos, houve um aumento no uso de técnicas de reprodução assistida em gestações múltiplas. O sexo, as características genéticas e físicas dos bebês formados em gêmeos monozigóticos são os mesmos. Embora dois óvulos sejam fertilizados simultaneamente por dois espermatozóides, isso é chamado de gêmeos duplos (dizigóticos). Dizigotiks podem ser do mesmo sexo ou de sexos diferentes. Uma mulher com gêmeos duplos tem uma chance 10 vezes maior de repetir a mesma possibilidade no próximo nascimento do que qualquer mãe em potencial. A transmissão genética é importante aqui e o pai tem pouca contribuição para isso. Entre 35-40 anos chance de nascimento de gêmeosEu sou mais

Comprimido anticoncepcional de longo prazo com efeito rebote da droga gêmeo Aumenta. O tempo de divisão do ovo fertilizado é muito importante e, após o 15º dia de divisão, formam-se gêmeos siameses. Em gêmeos gêmeos, se a placenta for única, pode ocorrer síndrome de transfusão de gêmeos a gêmeos. Isso é indesejável, pois afeta adversamente os dois bebês. Em 20% das gestações gemelares, um dos fetos pode desaparecer espontaneamente e a gravidez dura isoladamente. Clinicamente, o útero é maior do que o esperado em gestações gemelares.

A mãe pode ter ganho de peso excessivo. O excesso de líquido amniótico aumenta em 10 vezes em comparação com o normal. Gestações múltiplas O risco de anomalia fetal é 3 vezes maior que o risco de anormalidades. Nascimento prematuro, membranas abertas, líquido amniótico chega cedo e a taxa de mortalidade perinatal é maior. Pré-eclâmpsia e eclâmpsia, conhecidas como envenenamento por gravidez, são mais comuns em gestações múltiplas. Transtorno do metabolismo materno dos carboidratos e diabetes relacionado são mais comuns. Além disso, a infecção do trato urinário materno é mais comum que a anemia.

Gravidez múltipla Esta é uma condição muito especial para a mãe e o feto, e é necessário ter mais cuidado durante a gravidez e durante o parto. O acompanhamento de gestantes deve ser mais frequente que o normal. A suplementação de vitaminas, ferro e ácido fólico deve ser suficiente. Os fetos devem ser cuidadosamente examinados quanto a possíveis malformações. A taxa de retardo no desenvolvimento em fetos aumentou e é de cerca de 17%.

Na metade dos casos, ambos os fetos são cabeça e cabeça. Em 33% dos casos, um estava na posição da cabeça, o outro na posição da culatra, 10% dos pacientes estavam na posição lateral e 10% dos pacientes estavam na posição de apresentação da culatra. Às vezes, o primeiro bebê nasce por via vaginal, e uma cesariana de emergência pode ser necessária para o bebê que vem por trás. O prolapso do cordão umbilical é 4 vezes maior em gestações múltiplas. Portanto, nascimento unidade de terapia intensiva neonatal e sala de cirurgia. Em geral, os trigêmeos são entregues por cesariana, com exceções. A semana média de nascimento para gestações gemelares é de 36 a 37 semanas, 33 semanas para trigêmeos e 31 semanas para quádruplos.

Em unidades abrangentes de perinatologia, é prestado atendimento aos cuidados de bebês prematuros nascidos como resultado de gravidez múltipla. Mais de 90% dos bebês nascidos após 28 semanas sobrevivem. Doenças do sistema nervoso central e doenças do sistema respiratório são mais comuns no segundo bebê de gêmeos. Os dois gêmeos Se a diferença de peso entre sua esposa for superior a 300 gramas de gêmeos monozigóticos mais antigos que a água do QI, também será maior. Se o peso de uma pessoa for superior a 20% do outro, ela nunca pegará seu irmão gêmeo.

Gravidez múltipla A fim de minimizar os riscos e prevenir o parto prematuro, a mãe deve descansar abundantemente, sem estresse e ingerir muitos líquidos. Atenção especial deve ser dada à nutrição, mas não perde peso, mas deve consumir alimentos balanceados e com proteínas.